phbmendes

Membros
  • Total de itens

    290
  • Registro em

  • Última visita

Reputação

0 Neutra

Sobre phbmendes

  1. E quem disse que a ideia de um profissional do MMA se aventurar no boxe foi do McGregor? Antes dele, o Cigano tentou cavar uma luta com Wladimir Klitschko, o Anderson tentou cavar uma luta com Roy Jones Jr., e até mesmo o Aldo (logo após perder pro Conor) manifestou o interesse de lutar boxe... E também me lembro do caso de um pugilista se aventurar no MMA (Se vcs acham "May x Mac" foi freak show, essa foi mais): Randy Couture x James Toney.
  2. 3 disputas de cinturão... CARD DO EVENTO (até o momento):Peso-médio: Michael Bisping x Georges St-PierrePeso-galo: Cody Garbrandt x T.J. Dillashaw *Peso-palha: Joanna Jedrzejczyk x Rose NamajunasPeso-médio: Paulo Borrachinha x Johny Hendricks
  3. Se o fato de o Aldo responder uma pergunta que lhe foi feita sobre o McGregor é sinal de que o Aldo ta mordido pela derrota, de que o prego entrou na mente dele e etc... O fato de alguns foristas não perder tempo em criticar o Aldo é oq? Recalque de não ser bem sucedido ou não ter conquistado simplesmente nada na vida? O fato de simplesmente não tirarem o Aldo da cabeça é inveja pq ele tem a grana dele, o sucesso dele, joga o futevolei dele numa boa enquanto uns e outros simplesmente ficam em casa o dia inteiro falando merda na internet e batendo punheta, enquanto papai não chega pra dar o dinheirinho da mesada? Quanto a declaração do Aldo.... Respondeu a pergunta que lhe foi feita, e falou nada menos que a verdade....
  4. Verdade! Também achei que o Big Jhon demorou muito para interromper...
  5. A única diferença entre JJ e McGregor nunca defendeu nenhum dos 2 titulos que ganhou....
  6. tenho essa mesmo impressão... Já não é mais o mesmo PTV...
  7. O clima entre Jon Jones e Dana White não é nada bom. O ex-campeão peso-meio-pesado do UFC revelou nesta quarta-feira que está dando um "gelo" no presidente da companhia, após se sentir abandonado por ele quando foi flagrado por uma violação da política antidoping da companhia, em julho do ano passado. - Dana White me procurou em pelo menos quatro ocasiões, e eu não respondi nenhuma de suas ligações ou mensagens de texto. Esta é a razão pela qual não temos nos falado - disse Jones, em entrevista ao jornal "LA Times". Então campeão interino dos meio-pesados, Jon Jones foi flagrado por uso de clomifeno em exame antidoping realizado fora do período de competição, mas cujo resultado foi revelado apenas quatro dias antes do UFC 200, no qual faria a luta principal contra Daniel Cormier. "Bones" eventualmente comprovou que havia sido vítima de contaminação em uma pílula estimulante sexual que havia ingerido, mas foi suspenso por um ano pela falha. Na época, Dana disse que estava "decepcionado" com Jones e que, se ele retornasse, não faria outro evento principal; antes do doping, o lutador já havia causado problemas de relações públicas ao Ultimate por acidentes de trânsito e outra ocasião em que foi flagrado em exame por uso de cocaína. Apesar disso, o UFC havia o apoiado em cada um desses casos, algo que o ex-campeão considera que não aconteceu desta vez. - Eu acho que, quando você faz dinheiro pra companhia, é uma atração de pay per view e coloca dinheiro no bolso dele, aí você significa muito paraele. No momento que você não faz essas coisas, você não significa nada para ele, e ele fez um trabalho decente de mostrar isso. Eu me senti completamente abandonado por ele, numa situação em que eu mais precisava dele. Sinto que ele mostrou quem ele realmente é, e agora não tenho nenhum desejo de fingir que ele se importa comigo ou que somos amigos - declarou Jones. Apesar das reclamações do ex-campeão, cá está ele, na luta principal do UFC 214 do próximo sábado, em Anaheim, contra o atual campeão, Daniel Cormier. Jones disse que negociou tudo com o novo proprietário majoritário do Ultimate, Ari Emanuel, diretor do grupo WME/IMG, que comprou a companhia por US$ 4,2 bilhões no ano passado. - A nãoser que ele tenha algo realmente urgente para falar, eu prefiro conversar com o Ari Emanuel. Neste momento, vejo Ari como meu patrão e Dana mais como o rosto e voz do UFC - explicou. Questionado sobre o assunto pelo "LA Times", Dana White disse que pretende conversar com Jones esta semana em Anaheim. Os dois se cumprimentaram cordialmente durante a coletiva do UFC 214 nesta quarta-feira. FONTE: http://sportv.globo.com/site/combate/noticia/2017/07/jon-jones-afirma-que-foi-abandonado-por-dana-white-mostrou-quem-e.html
  8. Sério isso? Vai ser difícil ler algo pior que isso na internet hoje.... kkkk Vai lá fera... Experimente pra ver se vc aumenta sua performance!
  9. Durante os eventos promocionais de sua luta com Floyd Mayweather, Conor McGregor tem mostrado muita confiança em liquidar seu rival, e até profetizou uma vitória até o quarto round no dia 26 de agosto, quando se enfrentam em Las Vegas. Nos treinos, no entanto, o irlandês passou por dificuldades e foi nocauteado por seu sparring, o ex-campeão mundial dos meio-médios Brandon Rios, de acordo com o boxeador Jessie Vargas, bicampeão mundial dos meio-médios. - Ele já foi nocauteado pelo sparring! O mundo do boxe é pequeno, é um círculo pequeno - afirmou Vargas ao "Villainfy Media". Companheiro de treinos de McGregor, o boxeador irlandês Tiernan Bradley, no entanto, preferiu elogiar a potência dos golpes do astro do UFC. - Não sei se vocês viram a foto que ele postou do treino. As pessoas estão falando sobre sua mão esquerda e se a força será a mesma com uma luva de dez onças. Ele me levantou do chão com um uppercut de direita com uma de 16 (onças) - disse Bradley. A superluta entre McGregor e Mayweather será realizada no dia 26 de agosto, em Las Vegas, na T-Mobile Arena. FONTE: http://sportv.globo.com/site/combate/may-mac/noticia/2017/07/mcgregor-foi-nocauteado-por-sparring-durante-treino-revela-boxeador.html
  10. Ao recusar a luta contra TJ Dillashaw, Demetrious Johnson não teve a decisão bem recebida pelo UFC. De acordo com o campeão dos pesos-moscas, o Ultimate teria dito que acabaria com a categoria caso Johnson não aceitasse o confronto com Dillashaw. O dono do cinturão da divisão, no entanto, se manteve irredutível na decisão. - Eu disse: "Feche a p*** da divisão, então". Porque se alguém pensa em fazer isso, só mostra que eles não têm nenhum interesse em trabalhar com o campeão. Eu nunca deixei de bater o peso, sempre apareci na hora marcada, fiz todas as entrevistas nas semanas das lutas, viajei para a Austrália por causa da divisão. Já fiz muita coisa - disse Demetrious Johnson ao programa "The MMA Hour". O peso-mosca afirmou que respeita o posicionamento do Ultimate, mas destacou que esperava uma maior valorização da categoria pela franquia, e garantiu que não vai enfrentar TJ Dillashaw ou nenhum outro peso-galo. - Eu respeito o UFC dizer: "Ei, vamos fechar sua divisão, aceite a luta com TJ". Mas essa é minha posição: podem ir em frente e fechar a p*** da categoria. Respeito eles serem honestos e seguirem em frente com a decisão. Mas não esperem que eu diga: "Ok, vou lutar com TJ se vocês fecharem minha divisão". Não, não e não. Não é assim que as coisas funcionam. O que eu venho fazendo pela categoria nos últimos cinco anos? Tento fazer desta a melhor divisão do mundo. Eu vou dizer o que vai acontecer: não vou lutar com outro peso-galo. Que se f***. Não é a carreira de Dillashaw. É a minha carreira. É assim que essa p*** vai ser - finalizou FONTE: http://sportv.globo.com/site/combate/noticia/2017/06/dj-diz-que-ufc-ameacou-acabar-com-peso-mosca-se-nao-encarar-dillashaw.html _______________________________________________________________________________________________ Adoraria ver mais lutadores assim no UFC...
  11. Sem papas na língua, como é seu costume, Michael Bisping comentou a conquista de Max Holloway, que unificou o cinturão peso-pena do UFC ao nocautear José Aldo na luta principal do UFC Rio 8, no último sábado. O inglês, que participou do podcast "Believe You Me", disse que a vitória do havaiano colocou a divisão nos trilhos, e afirmou jamais ter aceitado que o brasileiro fosse o campeão linear após ter sido nocauteado em 13 segundos por Conor McGregor. - Acho sensacional que Max Holloway tenha vencido e se colocado a divisão dos pesos-penas nos trilhos. Honestamente, José Aldo é um grande lutador, teve uma carreira incrível, isso e aquilo, e todas aquelas coisas positivas a seu respeito, mas eu nunca comprei a ideia de que José Aldo fosse o campeão peso-pena. Me desculpem, mas ele foi nocauteado em 13s e, na luta seguinte, ele luta contra Frankie Edgar e, de repente, é o campeão de novo. Nunca entendi isso. Por outro lado, tínhamos Max Holloway com dez vitórias seguidas, e melhorando a cada luta. A disputa do cinturão interino contra Anthony Pettis foi meio sem sal, mas ele venceu. Em seguida ele enfrenta o campeão linear, o que é uma farsa, porque Aldo não era o campeão linear, já que havia sido nocauteado duas lutas antes. Bisping também lembrou que Holloway já havia sido derrotado por McGregor, mas ressaltou que o havaiano construiu um novo cenário, e que é um lutador diferente em relação à época em que foi derrotado pelo irlandês.- Agora, felizmente, Max Holloway foi lá e o destruiu. Foi uma grande luta, muito divertida. Muito boa. Agora temos, é justo dizer, um campeão legítimo que ninguém pode desmerecer ou desacreditar. Sim, ele perdeu para Conor McGregor, mas isso aconteceu há três ou quatro anos, e Max é um lutador diferente hoje. O peso-pena tem um campeão mundial sólido, definido e absoluto. E isso é ótimo para a categoria. FONTE: http://sportv.globo.com/site/combate/noticia/2017/06/bisping-agora-o-peso-pena-tem-um-campeao-solido-definido-e-absoluto.html _________________________________________________________________________________________________________________________________ O que falar sobre o Bisping? Isso quer dizer então que não temos um campeão nos médios? Peço desculpas ao Rockhold por tem comemorado aquele maldito KO.... Foi a primeira e ultima vez que torci pro inglês... Puta cara chato, arregao, arrogante e prepotente o Bisping... E convenhamos, nunca será um verdadeiro campeão!
  12. Concordo com você! Acho que ele deveria pegar só uns 150 anos e quem faz coisa muito pior, sim, deveria pegar perpétua, pena de morte e dependendo até tortura mensal/semanal/diária pro resto da vida..... Gostaria também de uma pena para os políticos corruptos brasileiros: Serem condenados a usar os serviços basicos públicos, trabalho braçal pesado de segunda a segunda, salário mínimo e aquela dormidinha basica na cadeia toda noite...
  13. Concordo! A unica coisa que não está certo é o português mesmo... hahaha