Fracote

Membros
  • Content Count

    179
  • Joined

  • Last visited

Posts posted by Fracote


  1. Em 4/30/2019 at 11:08 PM, rivvithead disse:

     

    Universo paralelo? se o lutador não fizer, vai ficar sentado esperando algo acontecer a real é essa, não tem nada de universo paralelo ai, só realidade dura e pura. Vc e eu podemos condenar isso, mas quem escolhe as lutas não.

    Que lutador ganhou algo no ufc ultimamente por ser bom lutador e respeitoso? acho que desde a era sonnen isso não acontece.

    Adesanya falou umas merdas que, cá pra nós, nem foi tanta coisa assim, e o Anderson já fez um evento ser um fracasso por conta da atitude dele, a ponto da companhia ficar anos sem ir a esse país, só ele conseguiu isso na história toda do evento.

    Além do que, por favor né, Anderson nunca falou umas merdas tão grandes quanto, ou até maiores que o Adesanya disse? e agora vem querer pagar de paladino? ok então, tem quem engula.

    Respondendo sua pergunta: Machida.

    E ah, a atitude do Anderson não justifica a do Adesanya.

     

    Por favor, vamos ser mais coerentes.


  2. Em 4/19/2019 at 6:34 PM, rivvithead disse:

    Não tem essa de desrespeito bicho, adesanya tá jogando nas regras do jogo e cavando uma luta rentável. Com modos que podemos condenar? Sim, mas até aí então condenamos 99% do jeito que se faz isso hj em dia no UFC, então nada de novo.

    Diferente de em uma luta ficar de palhaçada e envergonhar a todos, fazendo com que o UFC fique anos sem fazer um evento em um país... Bem diferente não é mesmo?

    Mas então entramos num universo paralelo em que fica valendo algo porque todo mundo faz. Adesanya joga o jogo e Anderson Silva não joga o jogo? A opinião do Dana White sobre a atuação do Anderson Silva contra Demian Maia parece diferir do intere$$e econômico do evento sobre o mesmo Anderson Silva. Ou você discorda?

    Você se ofendeu mais do que os Fertitta. 

    Mas este nem foi o ponto que coloquei: doura a pílula pro Adesanya, mas o Anderson Silva é o demônio.

     

    Segue o haterismo...


  3. Virou moda o "entrar na mente". Rapaz, dese que o mundo é mundo o cara cola uma foto do adversário no saco de areia e soca até estourar a mão. 

    Motivação ninguém te dá, você é que cria pra si. Então, não foi o McDecadente que entrou na mente, mas sim o Khabib que utilizou isso da melhor maneira para ele mesmo.

    Logo, zero mérito do frango irlandês, que na hora do aperto soube se sair com um "tira que tá doendo...".

     

    Um excepcional atleta que se perdeu no próprio vômito... que farsante!


  4. Dana White vai dar satisfações pros magistrados, políticos e pra todos aqueles que querem ver eventos de MMA longe de suas terras. Basta lembrar a dificuldade que o UFC teve para conseguir fazer um evento em Nova Iorque. Lobby político e o escambau...

    Só que ele não é doido e nem rasga dinheiro. Com uma possibilidade de obter uma revanche triliardária, vai ferrar com o russo? 

    Vai descarregar em cima dos parceiros dele, como bons bodes expiatórios que serão. Vai dar um puxãozinho de orelhas no MacDecadente e tudo fica como dantes.

    Porque, no mais, quem esticou a corda foi a promoção: deixou o clima chegar onde chegou. Poucas pessoas cuidaram de criticar o que o MMA tem se tornado na mão do UFC. Promoções estratosféricas, bolsas elevadíssimas, somas vultuosas de dinheiro. E cada vez mais decadência moral, se afastando do esporte.

    Uma hora, o demônio pede a conta. E aí? Se tivesse morrido gente? Ou alguém ferido com gravidade? Uma criança?

    O comportamento do Khabib é somente o rastilho de pólvora que acenderam lá no entrevero com o Lobov e o que resultou no ônibus atacado pelo irlandês. O que vimos semana passada começou ali. 

    E os Fertitta, esfregando as mãos, vendo naquilo a essência da promoção da luta.


  5. Que cara bacana! Nunca tinha ouvido (lido) o Moicano falar e me impressionou sua maturidade.

    De fato, é um dos grandes nomes do Brasil no evento! Merece tudo que está vivendo.

     

    Quanto à luta, minha opinião: como Ortega está um degrau acima de Aldo, penso que voltando Holloway, a luta será entre o havaiano e Ortega. Aí faz sentido Aldo e Moicano. Sem Holloway, aposto que farão uma revanche entre Moicano e Ortega.


  6. Virou um "se correr o bicho pega, se ficar o bicho come". Assinou em dezembro, porque ia ficar feio assinar em março de 2078. Talvez desse muito na cara...

    Amanda se empolgou. Falou muito, entrou em contradição, ferrou nariz, pé, unha, mas uma hora ia ter que assinar e se colocar disponível pra luta. Cyborg que tava na dela, tira onda com tanta demora. A campeã indiscutível só ri de cada declaração da Amanda.

    Então, leoa, calabokinha e vai fazer seu serviço.

     

    PS: A luta continua sendo feminina, mesmo Amanda sendo "44 bico largo" (o que é pejorativo, grosseiro e concordo, desnecessário).


  7. Rapaz, Borrachinha tá fazendo tudo certinho: derrubou quem tinha que derrubar, deu show, tá falando bonito (nem podemos chamar isso de trash-talking pelo grau de elegância :))))

    Mas há diferença entre dar declarações otimistas e irônicas no microfone e se acreditar superior.

    Melhor seria fazer seu trabalho e mostrar serviço. Estando no topo, pode tirar uma onda.

    Agora ainda tem lenha pra queimar. E Romero, Little eraser, você sabe, ele é casca-grossa pra cacete.

     

    Boa sorte.


  8. Penso que não cabe discutir culpa: ali, os dois (técnico e pupilo) perderam.

    - "Ah, mas você disse..."

    "Ah, mas você sabe que não pode..."

    E assim vai até à eternidade.

     

    Agora, pensemos no contexto: Alvarez estava numa situação difícil na luta, conseguiu obter uma posição favorabilíssima. Se capitaliza ali, poderia nem ter ganho, mas seguramente teria uma bela vantagem.

    Ele claramente olha para o córner e o técnico faz o sinal do golpe.

    Há um detalhe que escapa à maioria de nós: quando o árbitro para a luta, este técnico aí grita: "Nooooo!' para o árbitro e coloca as mãos na cabeça. Pra mim parece algo do tipo: "Não, seu juiz, não era isso pra ele fazer..."

    Alivio pro lado do Alvarez, naquela situação, adrenalina, sangue quente, precisando da posição, é possível sim, que tenha agido no automático. 

    Campeões também precisam ter filtro.


  9. Penso eu que falta considerarmos aqui o aspecto psicológico. Na minha modesta opinião (que pode e deve ser contestada), a cabeça do Aldo não respondia ao seu físico. Não houve declínio técnico. Houve imaturidade emocional. Aldo lidou MUITO MAL com a derrota para MacGregor.

    Comentei com meu pai e meu irmão após a luta: um cara que vai ao fundo do poço, perde e perde de novo e de novo, só lhe resta juntar os cacos e se reconstruir. Aldo começou a fazer isso ontem, me parece. Olho pra ele e de fato, vejo um cara cuja ficha caiu.

    Esta numa divisão foda, com lutadores com estrutura física (altura e alcance, por exemplo) dificultam muito pra ele (fora as habilidades técnicas).

    Mas um pouquinho do Aldo do WEC deu pra rever: botou a cara, aguentou soco, partiu pra porrada, ligado, rápido, atento e inteligente (o último golpe antes do Stephens abrir o bico foi JUSTAMENTE na região abdominal onde o soco anterior tinha magoado. Isto mostra o quanto este rapaz é inteligente).

    Eu sou reticente quanto ao retorno do Aldo ao topo, mas acredito que ele tem muita alegria a dar. Só vê-lo virando o jogo psicológico já é sensacional.

     

    Continua assim, Aldo e foge da rede globo! 

     


  10. Às vezes, nas críticas, esquecemos que lutadores são seres humanos e não máquinas.

    Aldo está num ambiente tão competitivo, que, quando fraquejou minimamente, foi atropelado por um caminhão e depois uma locomotiva.

    Ontem, longe dos áureos tempos, derrotou um cara forte e agressivo.

    Não tenho grandes esperanças de que ele volte a reinar. Mas que deu uma felicidade da porra vê-lo ganhar a luta como ganhou, ah, isso foi bacana pra cacete!

     

    Boa, Aldo e foge da rede globo!