MMA2015

Membros
  • Content count

    120
  • Joined

  • Last visited

Community Reputation

0 Neutra

1 Follower

About MMA2015

  1. BRAVE COMBAT FEDERATION ANUNCIA PRÓXIMO EVENTO NO BRASIL PARCERIA ESTRATÉGICA COM L.A. SPORTS FARÁ CURITIBA TREMER DE NOVO A oitava edição do Brave Combat Federation, maior evento de MMA do Oriente Médio, foi confirmada no Brasil. Depois das recentes edições em Abu Dhabi e Índia, o local escolhido foi Curitiba, cidade conhecida como celeiro dos principais lutadores do mundo. A escolha aconteceu depois que a L.A. Sports adquiriu os direitos de organizar os eventos Brave no país. A empresa, que atua há 10 anos no mercado futebolístico, sendo responsável pela negociação de vários atletas pelo mundo, é pioneira há 4 anos no investimento de atletas de MMA, trazendo toda a estrutura que foi dada ao futebol para este novo segmento. Agora a L.A. Sports aposta em evento internacional, tendo à frente da equipe o empresário Luiz Alberto Martins de Oliveira Filho, que trouxe para o time o advogado Rodrigo Reis Silva, que juntamente com Gustavo Firmino, Vice Presidente do Brave Global, fazem parte da direção executiva. O Brave Combat Federation é o evento que cresce mais rapidamente no mundo. No card 14 lutas confirmadas com atletas da Índia, Filipinas, Alemanha, Inglaterra, Líbano, Moçambique e muitas feras brasileiras. Será transmitido ao vivo pelo Canal Combate para 65 países. A organização do evento promete uma noite com lutas inesquecíveis, sendo duas disputas de cinturão. O anúncio da escolha da capital paranaense, como sede para o evento internacional, foi feito neste sábado, 24 de junho, pelo Presidente do Brave, Mohammed Shahid, através das redes sociais. Mais detalhes sobre o evento e anúncio das lutas, nas mídias sociais do Brave Combat Federation.
  2. Link da matéria: http://mmadebate.com.br/wgp-curitiba-estreia-na-cidade-tem-disputa-de-cinturao-e-lutas-extras-com-estrelas-do-kickboxing/ Evento chega à capital paranaense no dia 1º de julho com Paulo Tebar e Guilherme Sanchos na disputa de cinturão; Ariel Machado e Jhonata Diniz fazem lutas bônus internacionais Conhecido por ser o berço da trocação no Brasil, a cidade de Curitiba recebe pela primeira vez uma edição do WGP Kickboxing, maior evento da modalidade na América Latina. No dia 1º de julho, o público paranaense terá a oportunidade de acompanhar uma edição para lá de especial, com disputa de cinturão entre Paulo Tebar e Guilherme Sanchos pelos super-leves (até 64,5kg) e outras duas lutas especiais que prometem fazer história. Os curitibanos Ariel Machado e Jhonata Diniz, dois dos principais nomes do kickboxing brasileiro, encaram o argentino Lucas Alsina e o paraguaio Carlos Meza, pela divisão dos pesados (até 94,1kg) e super-pesados (+94,1kg), respectivamente, em lutas bônus que ocorrerão após a disputa do título. O evento terá transmissão do Canal Combate, Fox Sports e Bandsports. “Esse evento é um desejo antigo do WGP. Curitiba é a meca dos principais atletas da trocação no país e poder chegar na cidade vai ser motivo de grande satisfação. Desde já quero convocar todos os curitibanos para comparecer em peso, apoiar os atletas locais como Ariel e Jhonata, que são dois dos maiores lutadores brasileiros na atualidade, e aproveitar o grande evento que vamos fazer para a cidade. Além disso, tem o cinturão dos super-leves e o Challenger GP que prometem muito”, festeja o diretor-executivo do WGP Paulinho Zorello. Após subir de categoria, Tebar disputa cinturão com Guilherme Sanchos Ex-campeão dos leves, o paulistano Paulo Tebar terá mais um grande desafio pela frente. Após abrir mão do cinturão dos leves para subir de categoria por conta do agressivo corte de peso da divisão dos 60kg, o lutador terá a chance de voltar a ostentar um título da organização. Tebar vem de vitória sobre Wilson Djavan no WGP #36, em duelo que marcou sua estreia na divisão dos super-leves e agora encara Guilherme Sanchos na briga pelo posto de campeão da categoria de cima. Posto esse que era de Emerson Falcão, lutador da Nova União e um dos treinadores do astro José Aldo, que também abriu mão do título para tratar de uma grave lesão na perna. Com cerca de dez lutas disputadas na carreira e boa parte da sua história construída no WGP, Tebar, aos 26 anos, faz o segundo duelo no evento em menos de três meses. Adversário do paulistano, Guilherme Sanchos conquistou a chance pela sua performance e profissionalismo no WGP. O gaúcho de Porto Alegre foi derrotado por Anderson Buzika no seu último duelo, em combate que valia o cinturão interino da categoria – na época Falcão ainda era o campeão linear -, mas Buzika não bateu o peso-limite e a conquista de título foi anulada, segundo prevê as regras da WAKO PRO (World Association of Kickboxing Organizations), entidade que chancela o evento. Com isso, a organização entendeu que o mais justo era a presença de Sanchos diante de Tebar, já que o retrospecto do lutador é extremamente positivo. Aos 25 anos, Sanchos possui 44 lutas na carreira, com 38 vitórias e apenas seis derrotas. No WGP, o atleta vinha de três triunfos consecutivos até o revés para Buzika. Conhecido pela agressividade e velocidade, ele detém títulos como o de campeão brasileiro (amador) em 2015 e campeão Kickboxing Open em 2014. Sanchos também conhecido como Ceará e integra a equipe Ceará Team. Estrelas do Glory lutam em casa diante de pedreiras sul-americanas em lutas bônus após o duelo principal Para coroar a estreia no berço da luta em pé no Brasil, o WGP Curitiba conta ainda com outras presenças especiais. Nas lutas bônus programadas pelo evento para depois do combate principal, fechando em grande estilo o card, dois nomes muito reconhecidos no cenário internacional. Os curitibanos Ariel Machado e Jhonata Diniz terão pela frente o argentino Lucas Alsina e paraguaio Carlos Meza, em combates peso-pesado e super-pesado, respectivamente. Ambos os brasileiros são lutadores do Glory, maior evento da modalidade no mundo, mas enquanto Ariel vai para seu terceiro combate no WGP, Jhonata faz a sua estreia. Aos 30 anos, Ariel Machado possui um vasto retrospecto no kickboxing profissional. Ao todo foram 54 lutas disputadas na carreira, com 46 vitórias e oito reveses. Com títulos brasileiro e pan-americano no currículo, o curitibano integra o plantel de lutadores do Glory desde outubro do ano passado e vem de dois triunfos seguidos na organização. Machado, inclusive, é o próximo desafiante ao cinturão da organização norte-americana e aguarda a apenas o campeão se recuperar de lesão. Seu adversário é o argentino Lucas Alsina. Aos 31 anos e natural de Buenos Aires, o lutador já fez dois duelos no WGP, um deles pelo cinturão da categoria no WGP diante de Guto Inocente, onde acabou derrotado por nocaute. No outro combate bônus mais um atleta local que promete levantar o público curitibano. Jhonata Diniz é estreante no WGP, mas integra a equipe de lutadores brasileiros no Glory a mais tempo, desde 2012. Acostumado a grandes desafios, o lutador terá pela frente outra pedreira. O paraguaio Carlos Meza, de apenas 21 anos, também é ex-desafiante ao cinturão dos pesados – foi derrotado por Felipe Micheletti, no WGP #31 – e conhecido por ser o principal nome do esporte em seu país com um cartel de 21 lutas e 17 vitórias na carreira profissional. Challenger GP e superlutas fecham o card O evento conta ainda com um Challenger GP da divisão dos super-leves. Em uma das semifinais o também paranaense da capital, Inglesson de Lara, encara o paulista Vinicius Bereta, da renomada equipe União ABC, enquanto na outra chave o curitibano Jordan Kranio encara Samuel Pereira, também paranaense, mas de Arapongas, no interior do estado. O card completo conta ainda com outras superlutas e um undercard repleto de atletas da região. WGP Curitiba Data: 01/07 Local: Círculo Militar do Paraná (Largo Bittencourt, 187 – Centro, Curitiba/PR) Horário: A definir Transmissão: Canal Combate, Fox Sports e Bandsports Ingressos: em breve no site www.xfightnow.com.br Card Principal Bonus Fight 1 Peso Pesado (94,1 kg) Ariel Machado (Hemmers Gym / CWB Fight Club – BRA) vs Lucas Alsina (Picante Fight Club – ARG) Bonus Fight 2 Peso Super-Pesado (+94,1 kg) Jhonata Diniz (Santa Fé Team – BRA) vs Carlos ‘Cliford’ Meza (Team Fight Center / Team Pain – PAR) Main Event: WGP Super Lightweight Title Bout Peso Super-Leve (64,5 kg) Guilherme ‘Ceará’ Sanchos (Ceará Team) vs Paulo Tebar (Veras TK / CT Viscardi Andrade) Challenger GP: Final Peso Super-Leve (64,5 kg) Vencedor da Semifinal 1 vs Vencedor da Semifinal 2 International Super Fight Peso Casado (73 kg) Rafael Teixeira (Teixeira Team / ARENA – BRA) vs Sebastian ‘Tata’ Martino (Don Team -ARG) Super Fight Peso Meio-Médio (71,8 kg) Max Koubik (Yamauchi Team) vs Anderson ‘Buzika’ (Inside Munil Adriano) WGP Super Fights Challenger GP: Semifinal 2 Peso Super-Leve (64,5 kg) Samuel Pereira (Ponto 1 Fight) vs Jordan Kranio (Teixeira Team/ARENA) Challenger GP: Semifinal 1 Peso Super-Leve (64,5 kg) Vinicius Bereta (União ABC) vs Inglesson de Lara (Free Spirit) Super Fight Peso Super-Leve (64,5 kg) Petros ‘Cabelinho’ Freitas (World Strong Fight Team) vs Sebastian ‘Seba’ Juarez (Team Sud Atlantico – ARG) Super Fight Peso Leve (60 kg)
  3. No mesmo evento não, no mesmo torneio, nesse dia ele passou por overeem e depois pelo Arona....e esse evento ainda teve arona vs wandeco ....fedor vs crocop ..dentre outras lutas...pra mim ...esse foi o maior card da historia do mma até hj.
  4. Obrigado irmão, ficamos muito agradecidos com sua mensagem.
  5. Eugenio lenda viva e muito humilde.
  6. Um dos maiores nomes da história do Vale Tudo , o mestre Eugênio Tadeu concedeu uma entrevista exclusiva ao site MMA DEBATE e contou tudo sobre sua história no mundo da luta. Uma aula de história do Vale Tudo nacional dos anos 80 e 90, imperdível para os fãs da luta. Ele fala do início da desavença entre o boxe tailandês e o jiu-jitsu, o desafio de 84, o desafio luta livre x bjj de 91, sua luta contra o Royler com portas fechadas, a briga do Rickson x Hugo Duarte na Praia, relembra o mestre Flávio Molina, fala da polêmica luta contra Renzo Gracie no Pentagon, além de opinar sobre o atual momento da luta livre e elege os melhores que viu no vale tudo/mma. Pra quem curte a história da luta, eu recomendo!!! Espero que gostem, e se inscreva no nosso canal do youtube: * Se inscreva em nosso canal do youtube: https://www.youtube.com/channel/UCaShXUPMEodI48qxdgqLJYA Link direto da matéria: http://mmadebate.com.br/entrevista-com-o-mestre-eugenio-tadeu/
  7. kkk, eu não uai, é isso mesmo, Camões é o preparador físico e não treinador da parte em pé. Aliás Camões é muito bom!!!
  8. amigos, o Rogério Camões é o preparador físico dele, o Josuel Distak esse sim é o professor de boxe e parte em pé.
  9. Um dos melhores peso-mosca do MMA nacional, Alan ¨Puro Osso¨, bateu um papo com o pessoal do site MMA DEBATE e fez uma análise de sua atuação em 2016, expectativa em lutar no Rizin de final de ano, e o que espera de 2017 em sua carreira. Link http://mmadebate.com.br/entrevista-com-alan-%c2%a8puro-osso%c2%a8-2/ * Se inscreva em nosso canal do Youtube: https://www.youtube.com/channel/UCaShXUPMEodI48qxdgqLJYA MMA Debate – Puro Osso, você que vem de uma grande vitória sobre o Roberto de Souza , onde você conquistou o cinturão peso mosco do Gold Fight, fale um pouco da emoção dessa vitória? Puro Osso- Fiquei muito feliz em poder lutar perto de casa, perto da minha academia, fiz uma boa luta, onde ganheu os 5 rounds, mais uma grande vitória que me faz chegar mais perto dos meus objetivos. MMA Debate – Você vem de duas vitórias por decisão, lutas que ocorreram nos últimos dois meses, faltando 1 mês e poucos dias para acabar o ano, será que ainda teremos uma luta do ¨Puro Osso¨ esse ano? Puro Osso – Sim, duas vitórias, era pra ter mais de duas, mas meus adversários não apareceramné ( rssss). Mas, eu queria lutar ainda esse ano mais uma vez, e se for no Rizin de dezembro, eu ia ficar muito feliz, vamos esperar e ver no que dá. MMA Debate – Puro Osso, a gente sabe que você luta na Chute Boxe – Diego Lima, que é uma academia da escola da trocação, do Muay Thai, mas claro vocês treinar tudo em pé, mas você apesar de ser bem completo e ser de uma academia da trocação, você tem 75% de suas vitórias por finalização, fale um pouco de sua rotina de treinos na parte de chão, as principais pessoas que te ajudam na parte de chão. Puro Osso – Com certeza nosso carro chefe é o muay thai e sempre vou tentar nocautear, mas fico feliz com a evolução do meu BJJ e isso agradeço ao mestre Barbosa e toda equipe da B9, não existe alguns apenas para agradecer e sim todos, porque naquele tatame, só tem fera no BJJ. Fico feliz em poder dividir esse espaço com eles e aprender muito na B9. MMA Debate – A gente sabe que grandes nomes da academia Chute Boxe Diego Lima, como o Felipe Sertanejo e o Thominhas antes de se destacarem lá fora, fizeram boas trajetórias em eventos nacionais, você já tem um grande cartel de 16-3, então o que falta para termos o ¨Puro Osso¨ nos grandes eventos internacionais? Puro Osso – Acredito que agora é questão de tempo para estarmos lutando mais lá fora, temos contatos com os grandes eventos, mas estamos esperando a hora certa e acredito que em 2017 será o grande ano, ano de vitórias e firmar 100% o meu nome no cenário internacional. MMA Debate – E o que você espera do próximo ano? Como você tem traçado sua carreira e o planejamento para 2017? Puro Osso – 2017 eu espero ser meu ano, meu momento, fazer lutas fora do Brasil gostaria de fazer no mínimo 4 lutas em 2017, vamos ver o que nos espera.
  10. Valeu irmão, obrigado pelo apoio!!!
  11. André Dida , head coach da academia Evolução Thai concedeu ao site MMA DEBATE uma entrevista exclusiva e contou detalhes da estrutura da academia, os segredos que tornam a Evolução Thai uma das melhores academias da atualidade , o bom momento de seus atletas no UFC, o merecido reconhecimento que tem hoje em dia, como um grande coach e também como está a preparação de Wanderlei Silva para o GP do Rizin em dezembro. * Se inscreva em nosso canal do youtube: https://www.youtube.com/channel/UCaShXUPMEodI48qxdgqLJYA Link direto: http://mmadebate.com.br/entrevista-com-andre-dida/
  12. Um dos maiores ícones da história da luta no mundo, o brasileiro Wanderlei Silva, bateu um papo exclusivo com o pessoal do site MMA DEBATE e respondeu algumas questões de sua rica trajetória no esporte, esse mês de novembro , o ¨cachorro louco¨ completou 20 anos de Vale Tudo/MMA. MMA DEBATE – Wanderlei, se você pudesse colocar na parte técnica em sua carreira, quais foram os 2, 3 nomes responsáveis por você ser o que é dentre do ringue? VS -Não diria 3, e sim 2, e esses 2 são, mestre Rafael Cordeiro e mestre Rudimar Fedrigo, esses 2 são os responsáveis pela parte técnica em minha carreira, sem eles, nem eu e nem um monte de gente , teria sucesso nesse esporte. MMA DEBATE – Wanderlei na sua última conferência pelo Rizin, vimos que você deu uma bronca naqueles atletas que estavam fazendo lutas mornas e burocráticas, o que você acha que falta para termos lutas iguais as que você sempre faz, lutas francas, abertas , grande show para o público. VS – Na verdade todo lutador tem essa gana de fazer uma boa carreira,prosperar, mas hoje em dia, tem lutador que não luta pra ganhar, ele luta pra não perder, e isso me deixa chateado, ele tem que pensar no dele, mas ele perdendo, o promotor diminui ele nos eventos, e ele com medo de sair do evento, faz lutas burocráticas, sem ir pra frente e isso me deixa chateado, poucos são os atletas que saem na mão mesmo, mas o medo de perder, tá fazendo nosso esporte recuar bastante em termos de grandes lutas. MMA DEBATE – Wand, você fez lutas épicas durante a carreira, vencendo ou perdendo, mas na sua visão, quais as 5 lutas que mais marcaram em sua carreira? VS- A primeira vitória que tive foi conseguir viver só de luta, e isso hoje em dia tá muito difícil. Agora dentro do ringue, com certeza a primeira contra o Sakuraba, as duas contra o Quinton, a luta contra o Liddel foi muito dura, a primeira batalha contra o Dan Henderson, a última no UFC, contra o Brian Stann, foram muitas batalhas e sou agradecido pela carreira que tive nesses 20 anos e pelas lutas que proporcionei as pessoas. MMA DEBATE- Wand depois de 20 anos e você continua na ativa, você tá sem lutar profissionalmente tem 3 anos e 8 meses, fale como está sendo sua preparação para o duelo contra o Mirko pelo GP do Rizin em dezembro. VS- Está muito bom, estou treinando com o Dida, na Evolução Thai, tá sendo muito forte, muito bom, estou muito feliz de retornar aos ringues e contra um grande adversário, tenho muito orgulho da minha carreira , nesses 20 anos tenho orgulho dessas 49 lutas até aqui e estou pra fazer a de número 50, sou feliz de ter inspirado muitos atletas, eu luto para meus fãs, esse meu estilo sangue nos olhos, de andar pra frente, me trouxe muitos admiradores, fico feliz de ter contribuído pelo esporte, e são para esses fãs e amigos que luto , são para esses que lutei até hoje. MMA DEBATE – Wanderlei foram até agora 20 anos de carreira, com bastante êxito, você colocou seu nome no Hall dos grandes de todos os tempos, tem uma legião imensa de fãs no mundo todo, fale pra gente, qual é a dica do sucesso para quem está começando e se espelha em você. VS – Meu recado é simples, é você trabalhar duro, ser sério em sua carreira, dê a ela o tempo que ela necessita, arte marcial não é coisa rápida, faça uma posição por dia, dispute campeonato na sua faixa, pegue oponente por oponente, sempre vai ter um adversário em outra faixa que vai motivar você e você com isso vai naturalmente melhorar na parte técnica. Isso sempre vai motivar você. E se você parou de treinar e era roxa, marrom em jiu-jitsu, ou faixa azul escura em Muay thai, volte a treinar, termine sua graduação. Estou com um projeto e quero colocar um faixa preta, um professor de luta em cada escola no país. Acho que a arte marcial é algo que pode ser muito utilizado para educar os jovens, quero colocar um professor de artes marciais em cada escola no Brasil, temos que fazer nossa parte para melhorar nosso país. Vamos precisar de muitos professores, de muita gente, vamos precisar de você que está lendo isso agora, o tatame é o lugar mais democrático da terra, lá ensinamos o que é ganhar ou perder, quem quiser vir comigo nesse sonho , que venha comigo, esse é meu recado e obrigado ao site MMA DEBATE pelo espaço democrático, abraço a todos vocês meus irmãos, Deus abençoe a todos!!! Link: http://mmadebate.com.br/wanderlei-silva-fala-sobre-os-20-anos-de-carreira/ * SE inscreva em nosso canal do youtube: https://www.youtube.com/channel/UCaShXUPMEodI48qxdgqLJYA
  13. Carlão Barreto, um dos grandes nomes do nosso vale tudo/MMA, árbitro, promotor de eventos e grande comentarista de MMA, concedeu ao site MMA DEBATE uma entrevista exclusiva contando toda sua trajetória no esporte e fora dele. Contou sobre a época de ouro na Carlson Gracie Team , a saudade que sente do mestre Carlson, sobre o bjj de ontem e de hoje, elegeu os seus 5 maiores no bjj e no mma, falou de sua trajetória como atleta, suas lutas mais marcantes, falou sobre sua carreira de comentarista e analisou algumas lutas que irão acontecer em breve como Alvarez x Mcgregor, Cain x Werdum 2, Ronda x Nunes, dentre outros temas. Imperdível para os fãs da luta. SE INSCREVA NO NOSSO CANAL DO YOUTUBE: https://www.youtube.com/channel/UCaShXUPMEodI48qxdgqLJYA Link da matéria: http://mmadebate.com.br/436-2/
  14. O site MMA DEBATE teve a honra de entrevistar com exclusividade um dos grandes nomes da história da família Gracie, mestre faixa-coral Rillion Gracie. Mestre Rillion bateu um longo papo, rico em detalhes e falou tudo sobre sua história no mundo do jiu-jitsu, o legado de seu pai Carlos Gracie, seu talentoso e finado irmão Rolls, os 10 anos sem Carlson, tudo sobre a história da família Gracie, história da arte suave, sua visão sobre vários temas relacionados ao BJJ e muito mais, imperdível para os fãs da nobre arte e fãs da luta em geral. Se inscreva em nosso canal do Youtube e curta entrevistas com outras lendas da luta. * SE INSCREVE EM NOSSO CANAL https://www.youtube.com/channel/UCaShXUPMEodI48qxdgqLJYA Link da entrevista: http://mmadebate.com.br/416-2/ lu
  15. Parabéns irmão, bom que curte!!! Obrigado!!