Raphael Rezende

Membros
  • Total de itens

    7,216
  • Registro em

  • Última visita

Tudo que Raphael Rezende postou

  1. Raphael Rezende

    Confrontos imaginários

    Vou recriar um antigo tópico meu, que fez sucesso no passado. Vamos casar confrontos que nunca aconteceram, podendo mesclar lutadores de épocas e pesos diferentes; um forista cria um duelo, o de baixo diz quem seria o possível vencedor, e automaticamente, já cria um novo combate. Vou começar com: . Tito Ortiz x Kazushi Sakuraba
  2. Raphael Rezende

    Confrontos imaginários

    Rulon Gardner foi um excelente wrestler, mas com pouca experiência no MMA. Imagino o americano colocando o Gracie de costas no chão, trabalhando no GnP, mas em determinado momento se perdendo, e sucumbindo numa finalização. Roger Gracie por finalização. Royce Gracie Vs. Jerry Bohlander
  3. Raphael Rezende

    Yair Rodrigues x Chan Sung Jung - luta completa

    Nesse vídeo fica claro que não foi sem querer. Um dos nocautes mais bonitos que já vi, Rodriguez é muito talentoso. Agora, mesmo com essa derrota, não dá pra considerar o Zumbi como carta fora do baralho, bicho luta muito.
  4. Raphael Rezende

    Magomedsharipov desafia Yair Rodriguez depois do UFC Denver

    Zabit Magomedsharipov tem tudo pra ser o próximo campeão do UFC, bicho tem muito talento - e é mais consistente que o Yair Rodriguez.
  5. Raphael Rezende

    Confrontos imaginários

    Neste confronto boxe vs muay thai, creio que as mãos do boxer seriam mais eficazes. Cigano por nocaute. Lyoto Machida Vs. Rogério Minotouro
  6. Raphael Rezende

    Confrontos imaginários

    Dois gigantes, wrestling Vs jiu-jitsu. Creio que Konrad iria dominar o brasileiro, levando-o pro chão e trabalhando o GnP. Cole Konrad por decisão. Pedro Rizzo Vs. Rampage Jackson
  7. Raphael Rezende

    Yair Rodrigues x Chan Sung Jung - luta completa

    Anderson Silva aplicou uma parecida, no Cage Rage.
  8. Raphael Rezende

    Confrontos imaginários

    Marco Ruas Vs. Murilo Bustamante
  9. Raphael Rezende

    Técnico cogita mudança de Chris Weidman para os meio-pesados

    Eu sou a favor. Categoria dos meio-pesados tá bem fraca hoje, e provavelmente, em alguns meses, estará ainda mais. DC vai se aposentar, e JJ deverá subir (não haverá mais desafios no peso); teremos Alexander Gustafsson, e quem mais?
  10. Raphael Rezende

    Borrachinha x Romero cancelada novamente.

    De acordo. Essa "fusão" de épocas é foda, nêgo faz de tudo para desmerecer as lendas... Anderson Silva não é um produto do momento, o cara treinou A VIDA INTEIRA pra chegar onde chegou.
  11. Raphael Rezende

    DC diz que quase não lutou contra Derrick Lewis

    Cormier revela que quase não lutou após espirrar e lesionar as costas C Ao sofrer acidente doméstico na manhã da luta, americano ficou com medo de não ter condições de se apresentar. Campeão projeta legado: "Quero ser lembrado como um dos maiores lutadores de todos os tempos" Depois de vencer Derrick Lewis, o campeão dos pesos-pesados e dos meio-pesados, Daniel Cormier, entrou na sala de imprensa do Madison Square Garden com um olhar nostálgico e realizado, de um lutador consagrado, que tem pela frente só mais uma luta na carreira. DC acomodou seus dois cinturões na mesa da entrevista coletiva, exaltou a importância da vitória em Nova York para seu legado, e revelou um inusitado acidente doméstico no dia da luta, que chegou a colocar em dúvida sua presença no combate contra Lewis. - Esses dois cinturões significam tudo para mim. Quero ser lembrado como um dos maiores lutadores de todos os tempos. E vencer no Madison Square Garden é incrível. Mas hoje de manhã me machuquei. Eu espirrei e acabei machucando minhas costas. Nem pude fazer minha corrida matinal. Até tive que ter uma massagem. Era uma da tarde e eu ainda tinha dores nas costas. Falei: "me deixem dormir e vou ver se eu acordo melhor." Mas realmente fiquei com medo de não poder lutar. Como eu explicaria isso? Isso sim é ficar velho (Risos). Na luta, Cormier dominou Derrick Lewis durante todo o tempo e finalizou com facilidade o duelo no segundo round, confirmando o amplo favoritismo. Durante a semana que antecedeu o combate, Cormier fez questão de valorizar o adversário, que chegou a ter qualidade questionada para enfrentar um campeão peso-pesado. Mesmo depois de vencê-lo facilmente, DC manteve o discurso positivo em relação a Lewis. - Quando esse cara (Derrick Lewis) me socou, pensei: "uau! O que foi isso, meu Deus." Foi muito forte. Derrick Lewis é realmente poderoso nos socos. E, claro, fui para o wrestling. Lembro de cada queda que dei nele, foram 3 ou 4, eu acho. E muita gente tem base de apoio boa para defender. Meu treinador Leandro (Vieira) me disse que eu podia controlar a situação, era para olhar para as pernas e dominá-lo. Você pode assistir a caras que são fortes, mas ele é muito forte em todos os movimentos. Realmente o respeito. Passado o desafio contra Derrick Lewis, Cormier não luta mais nesse ano. Em 2018, foram três vitórias, contra Volkan Oezdemir (nocaute), Stipe Miocic (nocaute) e Derrick Lewis (finalização). DC ainda terá mais uma luta antes de aposentar as luvas, mas ainda não sabe quem irá enfrentar nesse último combate. Jon Jones é um candidato, já que foi o único lutador a bater Cormier no UFC, um desafeto do campeão e voltará de suspensão de doping em luta marcada para o dia 8 de dezembro contra Alexander Gustafsson. Por outro lado, Cormier já declarou que Brock Lesnar seria seu preferido na escolha do último adversário da carreira. Depois da vitória sobre Lewis, DC apresentou um plano C de respeito para o último ato de uma gloriosa carreira. - Já imaginou essa imagem, eu e Brock Lesnar no mesmo cage? Seria divertido. Mas se ambos (Lesnar e Jones) não puderem, vai ser o Stipe (Miocic). É isso. Se Brock Lesnar não lutar e Jon Jones perder a luta dele, vai ser o Stipe. Ele até merece. Stipe Miocic merece uma revanche também. Então vamos ver. Daniel Cormier, aos 39 anos, se prepara para dar fim a história de lutador, mas abre diversas possibilidades de trabalhos no MMA. Também em entrevista coletiva, Dana White disse que Cormier poderia trabalhar onde quisesse no UFC, pois é uma figura de ótima imagem com o público e com uma larga história de contribuições ao esporte. Em sua vez de responder sobre o que faria depois da vida de lutador, Cormier se animou em apontar o caminho da televisão, onde já trabalha como comentarista do próprio Utimate. - Eu amo o UFC, quero trabalhar com o UFC para o resto da minha vida. Em transmissões e outras coisas. E vou continuar fazendo dinheiro mesmo não lutando. Existem muitas belas oportunidades vindo em minha direção. Grandes coisas estão para acontecer. Não sei se vou ser o presidente do UFC (risos), mas meu futuro é mais sobre coisas de TV. Coisas grandes, vocês vão gostar - promete Daniel Cormier. https://sportv.globo.com/site/combate/n ... stas.ghtml
  12. Raphael Rezende

    Whittaker deve defender cinturão contra Gastelum no UFC 234

    Kelvin Gastelum é bem completo, mas Robert Whittaker é melhor que ele em tudo. Vai ser bom de assistir, mas creio que o campeão manterá o título.
  13. Raphael Rezende

    Confrontos imaginários

    Lutão. Zé Mário foi um dos maiores do jiu-jitsu de sua época, e conseguiu boas vitórias no Vale Tudo, mas Ruas era mais completo, e bem melhor em pé. Creio que o Marcão do IVC II, no auge, não deixaria essa luta ir pro chão, e seria decidida em pé. Marco Ruas por TKO. Murilo Bustamante Vs. Kazushi Sakuraba
  14. Raphael Rezende

    Askren x Lawler sendo trabalhado para o UFC 233

    Acho difícil que alguém consiga amarrar o Robbie Lawler... Creio que a casa do Ben Askren vai cair.
  15. Raphael Rezende

    Confrontos imaginários

    Luta dura, que provavelmente seria 100% em pé. Creio que seria muito parelha, mas apostaria no Aranha, por pontos. Mark Kerr Vs. Mauricio "Shogun" Rua
  16. Pois é, nêgo tem a memória muito curta. Chris Weidman vinha de uma sequência de vitórias em cima de Demian Maia, Anderson Silva (2x), Vitor Belfort e Lyoto Machida, e era forte concorrente ao posto de melhor do mundo. Perdeu (pau a pau em todas elas) para grandes nomes, como Luke Rockhold, Gegard Mousasi, Yoel Romero e Jacaré (vencendo o hoje contender Kelvin Gastelum no meio do trajeto), e já está sendo dito que "nunca foi isso tudo". Isso pra mim é foda.
  17. Raphael Rezende

    Askren x Lawler sendo trabalhado para o UFC 233

    Porra, teste de fogo.
  18. Raphael Rezende

    Mayweather vs Nasukawa no boxe

    Tu deve estar ficando maluco, não sei aonde tu leu isso.
  19. Raphael Rezende

    Mayweather vs Nasukawa no boxe

    Pô, cagão não... Floyd Mayweather já tá com uma certa idade, já não é mais garoto, cartel invicto, tá milionário, não precisa mais disso. Tá se testando em outras regras, com uma fera, que é muito mais novo que ele... Pra mim, ele tá de parabéns.
  20. Chris Weidman tem um wrestling muito bom, e um JOGO DE CHÃO muito bom também - além disso, tem boa noção de trocação. Não sei de onde saiu essa ideia de "coração de galinha"... Ele perdeu pro Luke Rockhold - tomou uma chuva de socos, mas não desistiu; Gegard Mousasi, meteu um migué, beleza, mas estava pau a pau; Yoel Romero, aquela joelhada mataria qualquer um; e agora contra o Jacaré, porradaria franca. Continuo achando o americano um excelente lutador, pra mim, nada mudou.
  21. Lutou muito, caminhou pra frente o tempo todo, suportou o castigo e nocauteou um cara duríssimo. Tá de parabéns o brasuca, e que venha a disputa de título.
  22. Correto. Conor McGregor foi completamente dominado, e era "apenas" o desafiante ao cinturão, não tem essa de revanche imediata. À frente do irlandês, temos Tony Ferguson, Dustin Poirier, e talvez Kevin Lee. Mas, sabemos que não funciona assim.
  23. Discordo do "coração de galinha", penso o contrário. Quanto ao Anderson Silva, também penso que venceria aquela luta.
  24. Contra o Gastelum foi pau a pau, daria uma boa revanche.
  25. Com Robert Whittaker Vs. Kelvin Gastelum pelo título, temos, como possíveis contenders: . Yoel Romero vindo de duas derrotas em disputas de cinturão; . Chris Weidman vindo de derrota; . Israel Adesanya vindo de boas vitórias, mas ainda "cru"; . Borrachinha, idem; Ou seja, não creio que seria um absurdo vermos o Jacaré disputar o título.