Raphael Rezende

Membros
  • Total de itens

    6,380
  • Registro em

  • Última visita

Reputação

0 Neutra

2 Seguidores

Sobre Raphael Rezende

Profile Information

  • Gender
    Male

Últimos Visitantes

8,796 visualizações
  1. Eu já gosto... Domingo é um dia que não costumo beber, e quando chega essa hora já tô deitado vendo televisão... Até que tem umas lutinhas boas amanhã, vou assistir amarradão.
  2. Esse UFC vai salvar o Domingo.
  3. Com ambos em seus auges, apostaria no Belfa. Hoje, vejo vitória do Lyoto Machida, por pontos (ainda mais sendo três rounds).
  4. Categoria deu uma parada, mais uma vez. O campeão Robert Whittaker está se recuperando de uma infecção grave, e o contender número 1, Yoel Romero, acaba de pegar seis meses de suspensão médica. Creio que não haja outra saída, a não ser casar Jaca x Chris Weidman pra definir quem será o próximo desafiante ao cinturão do peso.
  5. Nem sempre. Os nomes que chegaram do extinto Strikeforce, por exemplo, dominaram (e alguns ainda dominam) suas respectivas categorias por um bom tempo.
  6. Valeu, Henry! Não sabia que esse Bellator seria amanhã. No mais, também vou de Roy Nelson. Tem mais coração, e como ambos têm as mãos pesadas, creio que a resistência aos golpes será o fator determinante nesse combate.
  7. Por que alguém seria hater do Gustafsson?
  8. Eu acho que não vai dar pro brasileiro.
  9. Exatamente isso. Vi alguns usando como único argumento o fato (real) do Gustafsson ser melhor em pé, como se eles fossem lutar nas regras do K-1. Luke Rockhold é muito bom no chão, e além disso, tem tamanho e porte de um peso meio-pesado. Não sentiria tanto por subir uma categoria, e uma vez que estivesse no clinche, poderia, perfeitamente, embolar e ir pro chão - e nesse setor, as coisas complicariam pro sueco. Mas, é mais fácil abrir a boca e sair falando merda, do que buscar analisar mais os combates.
  10. Cheio de experts aqui... Melhor ficar calado mesmo.
  11. Gustafsson é pedreira, talvez o único desafio atual no peso pro DC. Porém, Rockhold também é top, e tem altura e peso suficientes pra complicar a vida de qualquer um nos meio-pesados. Com certeza, não seria luta fácil pro sueco.
  12. Mano, essa questão é muito polêmica. Posso dizer por experiência própria: participei de um campeonato de jiu-jitsu recentemente, e tive que perder alguns quilos pra poder lutar. Pra deixar mais claro: peso, normalmente, 96 kgs; eu costumo lutar até 94, porém, no jiu-jitsu, pesamos de quimono (que pesa, normalmente 1,5 kgs). Seria melhor lutar nesse peso, pois é o meu normal, de 94 à 110 kgs... porém, os caras são monstruosos de fortes, então prefiro lutar no peso de baixo. Voltando ao assunto: não consegui perder o suficiente na semana da luta, e tive que desidratar na manhã do combate. Resultado: fui muito fraco, sem explosão, força e até sem raciocínio...fiquei com o Bronze, mas a sensação era de que não conseguiria nada. Então, acho que devemos, principalmente, aprender sobre nossos limites. Isso é muito pessoal, mas devemos usar quaisquer experiências, tanto positivas quanto negativas, pra que possamos crescer mais, tanto como profissionais, quanto seres humanos.
  13. Mas eu acho que ele fala só pra promover a luta...ele não parece ser assim.