Raphael Rezende

Membros
  • Total de itens

    6,010
  • Registro em

  • Última visita

Reputação

0 Neutra

2 Seguidores

Sobre Raphael Rezende

Profile Information

  • Gender
    Male

Últimos Visitantes

8,469 visualizações
  1. Quando digo "mais perigoso", estou logicamente me referindo ao conjunto, e não apenas ao jogo de chão. Estamos falando de MMA, não de Submission/ADCC.
  2. GSP e José Aldo, unidimensionais??? Que isso, cara...
  3. Mais perigoso que "qualquer all american" é forçar a barra. O próprio Chris Weidman é All American, e superou tranquilamente o brasileiro.
  4. Cara, acho que você não entendeu o ponto. Demian Maia quedou sim bons oponentes, mas longe de ter um bom wrestling. O brasuca costuma colar e grampear seus adversários, até pegar as costas ou se embolar por ali; esse jogo é mais eficiente com quem não tem boa trocação, pois dessa forma, Maia se aproxima com mais facilidade. Quando o lutador tem bom conhecimento de wrestling e boa trocação, o brasileiro não consegue impor seu jogo, vide Tyron Woodley e Chris Weidman. Wrestling faz falta nesses casos sim, pois facilitaria numa entrada de quedas, sem que precisasse colar no oponente primeiro.
  5. Esse Gabriel Oliveira é aquele usuário daqui do PVT?
  6. Gabriel Oliveira acerta linda joelhada e despacha Tatsuya Kawajiri no segundo round. Veteranos do Vale-Tudo travam luta de grappling, que termina empatada no JapãoUm brasileiro chamou a atenção no Rizin Fighting World Grand Prix, sábado, em Fukuoka, no Japão. Gabriel Oliveira não perdoou o anfitrião Tatsuya Kawajiri e acertou uma joelhada no queixo do atleta nipônico, que caiu apagado no ringue, com um minuto do segundo round. Esta foi a 11ª vitória do atleta canarinho, que faturou o triunfo por nocaute técnico.Companheira de Jéssica Bate-Estaca na academia Paraná Vale-Tudo (PRVT), Maria Oliveira estreou com o pé direito em solo internacional. No GP do peso-átomo feminino, a atleta - cuja história de vida foi contada pelo Combate.com durante a semana - venceu a americana Alyssa Garcia por decisão unânime. Na próxima fase do Grand Prix, agendada para os dias 29 e 31 de dezembro, ela fará as semifinais ao lado de Kanna Asakura, Irene Cabello e de Rena Kubota, que liderou esta edição contra Andy Nguyen, nocauteada no round inicial. No encontro mais aguardado da noite, os veteranos Kazushi Sakuraba e Frank Shamrock empataram em um combate de grappling (luta agarrada). Era preciso finalizar o adversário para que houvesse um vencedor, porém, nenhum dos dois conseguiu a submissão até o cronômetro zerar. Rizin Fighting World Grand Prix15 de outubro, em Fukuoka (JAP) Rena Kubota venceu Andy Nguyen por nocaute no R1Tenshin Nasukawa venceu Yamato Fujita por decisão unânime Kazushi Sakuraba e Frank Shamrock empataram (luta de grappling)Akiyo Nishiura venceu Andy Souwer por decisão unânime Reina Miura venceu Crystal Stokes por decisão unânime Gabriel Oliveira venceu Tatsuya Kawajiri por nocaute técnico no 2RShintaro Ishiwatari venceu Akhmed Musakaev por decisão unânime Kevin Petshi venceu Je Soon Moon por decisão divididaManel Kape derrotou Erson Yamamoto por nocaute técnico no R1Roque Martinez venceu Jerome LeBanner por finalização no 1RMaria Olveira venceu Alyssa Garcia por decisão unânimeKanna Asakura venceu Sylwia Juskiewicz por decisão unânimeIrene Cabello venceu Miyuu Yamamoto por finalização no R2 fonte: https://sportv.globo.com/site/combate/n ... izin.ghtml
  7. Pior que, tirando o tom provocador e degradante de suas palavras, eu concordo com o americano. A trocação do Demian Maia é realmente muito fraca, além de eu considerar que ele não tenha de fato um bom jogo de wrestling. Eu vou de Colby Covington também (mas na torcida pelo brasuca).
  8. Falou muitas verdades, mas não concordo com seu pensamento de achar que deveria disputar o cinturão. Vinha de uma boa sequência de vitórias sim, mas sua última luta contra o Chris Weidman foi bastante polêmica, além de eu achar que colocarem o Robert Whittaker pra disputar o interino não tenha sido nenhuma injustiça.
  9. Conheci não.
  10. Creio que não... De onde ele é? Sou do RJ, zona Norte.
  11. Treinei um bom tempo com o Wendell Negão, inclusive quem colocou esse apelido nele foi meu mestre, antes de estrear no MMA. Vamos ver como irá retornar aos ringues.
  12. Tinha falado isso também. Acho que foi uma das lutas mais previsíveis da história.
  13. Ou seja, encerrou a carreira como competidor?
  14. Que batalha... Com certeza, o vencedor irá pra disputa de cinturão.
  15. http://m.ufc.uol.com.br/news/robbie-lawler-rafael-anjos-winnipeg