Raphael Rezende

Membros
  • Total de itens

    5,959
  • Registro em

  • Última visita

Reputação

0 Neutra

2 Seguidores

Sobre Raphael Rezende

Profile Information

  • Gender
    Male

Últimos Visitantes

8,397 visualizações
  1. Não faz o menor, mas o menor sentido MESMO essa luta - merecimento zero do Nate Diaz disputar a cinta agora, e também não vejo o porquê desse combate gerar grandes expectativas...
  2. Isso não é nenhum demérito, não significa que JJ esteja com medo, ou correndo dos pesados. RDA também é muito mais pesado em off, assim como DC, Demetrious Johnson, Conor McGregor, Tyron Woodley, Luke Rockhold, Chris Weidman...
  3. Mano, eu vou discordar. Da mesma forma que existem atletas que treinam grappling e, mesmo não sendo tão bons, se destacam de alguma forma, há também os que praticam esportes de contato e, mesmo estando longe de serem tops, conseguem ter algum destaque no mundo das lutas. Exemplos: Bob Sapp, que mesmo não levando o menor jeito como trocador, nocauteou um dos maiores nomes do mundo da luta em pé, Ernesto Hoost.
  4. Essa era uma das lutas mais previsíveis dos últimos tempos. Serginho é grandioso no grappling, de mediano pra baixo no MMA, e muito fraco na trocação. Creio que não tenha mais idade pra ser melhor do que atualmente é.
  5. Busquei na internet, realmente consta que fez um combate no extinto Rings, contra o Akira Maeda.
  6. Monstro... Salvo engano, fez uma luta de MMA, ou não?
  7. Exatamente. A única que tem algo a ganhar com essa luta é a americana.
  8. Tu tá poluindo a principal...
  9. Teus relatos são show, irmão! Só quem tá nesse meio sabe o quão doloroso e divertido é, rs. Eu treinei muitos anos Luta Livre, me graduei. Fiquei um bom tempo afastado, e voltei a treinar faz pouco tempo; porém, como sempre disputei campeonato, tava na gana de botar o meu na reta novamente... O problema é que os campeonatos de Submission/Luta Livre não são muitos aqui no RJ, então comprei um kimono, e comecei a treinar Jiu-jitsu: campeonato quase todo final de semana, além de buscar um desafio novo. Resultado: tô amarradão, rs.
  10. Card tá interessante: Luke Rockhold, Uriah Hall, Kamaru Usman x Serginho (aposto num atropelo do nigeriano), Hector Lombard, Durinho...
  11. Não posso dizer que VOCÊ não conseguiria pegar o Mike Tyson, mas uma coisa eu posso afirmar: não é o "simples" fato de ser graduado em luta agarrada (seja ela qual for), que fará da pessoa favorita contra o americano. Tyson é (ou era, se estamos falando de 20 anos atrás) um monstro de forte, compacto, mãos devastadoras e muito rápido - tenho certeza que não seria uma missão tão fácil assim de levá-lo pro chão; e, mesmo levando-o pro solo, também não seria tão simples controlá-lo por lá.
  12. Foda é que até um tempo atrás, ele dizia enfrentar qualquer um, não importando se seus oponentes lutariam dopados ou não. No mais, um dos últimos guerreiros do Pride em atividade... Terá sempre minha torcida.
  13. Sim, concordo que, muito provavelmente, será muito difícil vermos o Napão tendo o mesmo sucesso no Boxe que teve no Jiu-jitsu/MMA; mas, mesmo assim, tenho o maior respeito por ele estar se colocando à prova mais uma vez, em uma área que não é sua.
  14. Sinceramente, não vejo motivos pra ridicularizarem o brasileiro. Napão é um lutador que possui boa bagagem, tanto no jiu-jitsu quanto no MMA, e quer continuar se testando; não está travando nenhuma categoria atual e não está desrespeitando ninguém - quer apenas se aventurar em outras áreas. Torço pelo seu sucesso.
  15. Salvo engano, já ganhou da polonesa no muay thai.