danielpsacramento

Membros
  • Total de itens

    57
  • Registro em

  • Última visita

Reputação

0 Neutra

Sobre danielpsacramento

  • Data de Nascimento 10/14/1982

Previous Fields

  • Cidade:
    Brasília

Profile Information

  • Gender
    Male
  1. O lutador Daniel Lima fez sua primeira luta de MMA fora do país neste último final de semana, mas para poder competir no peso-palha, precisou perder alguns quilos. Para chegar aos 52kg, o corte de peso foi um tanto brutal e fez com que o maranhense precisasse de ajuda para poder subir ao palco da pesagem oficial e ainda se manter em pé na balança . Daniel Lima perdeu cerca de 7kg em dois dias e enfrentou Daichi Kitakata, que venceu o brasileiro por decisão unânime dos juízes. Apesar de suas frágeis condições no momento da pesagem, o lutador do Maranhão foi liberado para entrar no ringue. E apesar do resultado, não se arrepende de sua decisão. Veja o vídeo da pesagem de Daniel Lima: O evento participado por Daniel foi o Pancrase 290, em Tóquio, no Japão. "Como essa foi a minha primeira vez fora do Brasil, eu não tinha experiência, achei que seria fácil. Foi duro e doloroso. Perdi a luta. Estava fraco por conta do corte de peso , mas estava bem, 100% para a luta", disse ao site MMA Fighting . Em sua página oficial do Facebook, o lutador tranquilizou os fãs, amigos e familiares diretamente da capital japonesa. "Galera obrigado pelas orações, deu tudo certo. Estou reidratando! Pronto para a guerra", escreveu o atleta. Fonte: Esporte - iG @ http://esporte.ig.com.br/lutas/2017-10-10/lutador-pesagem-video.html Enquanto não morrer um isso não irá parar, sabemos que é responsabilidade do atleta (que está mais preocupado com a grana) porém deve-se ser feito algo urgente!
  2. O "teatro" do telecatch, conhecido nos Estados Unidos como WWE, também tem eficiência no MMA. E quem fez a demonstração não foi Brock Lesnar, peso-pesado do UFC, que veio das lutas encenadas. O autor da façanha foi Jonno Mears, no Full Contact Contender 19, em Bolton, Inglaterra, justamente em seu segundo combate como profissional das artes marciais mistas. Inspirado em nomes famosos do show como Hulk Hogan, o peso-leve inglês finalizou Aaron Jones, no último sábado, com o movimento "Boston Crab", adaptado para o "Walls of Jerich" (criado pela estrela do WWE, Chris Jericho). Assista a finalização no link abaixo: https://www.youtube.com/watch?time_continue=2&v=GMMigjW3q78 fonte: globo.com
  3. Sem contar a diferença de tamanho e peso, um chute desse com a lutadora no chão é uma tentativa de homicídio!!! kkk pqp
  4. Em seu primeiro desafio desafio no mês de julho, nesta sexta-feira (7), Gabi Garcia fez sua estreia pelo evento Shootboxing Girls S-Cup, no Japão. No evento, que se caracteriza pelas regras na luta em pé, onde as quedas são válidas, no entanto, a luta no solo não é permitida, como os golpes no ground and pound e finalizações, a brasileira teve pela frente a japonesa Megumi Yabushita. A multicampeã no Jiu-Jitsu começou o combate explorando socos, chutes e joelhadas, no entanto, ao acertar um golpe e derrubar sua oponente, Gabi aplicou um chute ilegal, o “tiro de meta”, e a luta foi interrompida. O árbitro, primeiramente, deu o cartão vermelho e desqualificou a brasileira, todavia, logo depois, voltou atrás e declarou o embate como “No Contest” (Luta sem Resultado). Veja como foi o duelo e opine: Fonte: Tatame
  5. De onde vc tirou isso mano??? Romero faz o que quiser com o Bisping, coloca para baixo, joga para fora do octógono, espanca na mão... Aonde cair ele come com farofa... Na minha opinião o Jacaré é menos pior!
  6. Michael Bisping será um espectador de luxo no dia 12 de setembro, quando Chris Weidman enfrenta Yoel Romero no UFC de Nova York. É provável que o vencedor do duelo enfrente o inglês, que ostenta o cinturão da categoria dos médios. Mas, segundo Bisping, se o cubano vencer, a história será diferente. - Se o Yoel bater o Chris, eu honestamente acho que não vou enfrentá-lo, porque ele já testou positivo para esteroides. Eu li um artigo recente que diz que leva-se anos para as vantagens do uso de esteroides deixarem o seu corpo. Só porque você não testa mais positivo, não significa que você vai perder todo o músculo extra e outras coisas que você conseguiu ingerindo essas substâncias. Então eu acho que ele deve esperar, realmente acho. Não vejo por que ele ser recompensado. Se o Weidman ganhar, essa é a luta que eu quero. Eu e o Weidman, por um tempinho já, diria que provavelmente desde o ano passado, estamos nos estranhando, falando besteiras, então sim, essa é uma luta que me interessa 100% - disse Bisping à "SiriusXM". Sem luta marcada, Bisping bateu Dan Henderson em outubro e já desafiou Georges St-Pierre e Nick Diaz para lutas no UFC 206. Ronaldo Jacaré, que teve sua luta com Luke Rockhold cancelada por conta de uma lesão do americano, já pediu uma chance de enfrentar o campeão. UFC 205 12 de novembro, em Nova York (EUA) CARD PRINCIPAL (a partir de 1h, horário de Brasília): Peso-leve: Eddie Alvarez x Conor McGregor Peso-meio-médio: Tyron Woodley x Stephen Thompson Peso-palha: Joanna Jedrzejczyk x Karolina Kowalkiewicz Peso-médio: Chris Weidman x Yoel Romero Peso-meio-médio: Kelvin Gastelum x Donald Cerrone Peso-galo: Miesha Tate x Raquel Pennington <b>CARD PRELIMINAR (a partir de 21h30, horário de Brasília):</b> Peso-pena: Frankie Edgar x Jeremy Stephens Peso-leve: Khabib Nurmagomedov x Michael Johnson Peso-médio: Rashad Evans x Tim Kennedy Peso-meio-médio: Vicente Luque x Belal Muhammad Peso-leve: Jim Miller x Thiago Pitbull Peso-médio: Rafael Natal x Tim Boetsch Peso-galo: Liz Carmouche x Katlyn Chookagian Fonte: Combate.com Agora ficou difícil para o Bisping escapar dos 3 top´s da categoria (jaca, Romero e Weidman), mas mesmo assim vejo ele escolhendo o menos pior para ele, que é o Weidman!!!
  7. Aldo perdendo a credibilidade, algo que sempre foi sua marca! lamentável...
  8. Rory pirando em 3...2...1... com medo do GSP ir para o Bellator e ser o eterno Vice igual o Vasco kkkkk
  9. O Peso-pesado do UFC, Roy Nelson pode ficar afastado do octógono por até dois anos e meio, após agredir o árbitro Big John McCarthy, no dia 24 de setembro, em Brasília. O gordinho foi indiciado em dois artigos e pode ficar um bom tempo sem subir no octógono. Na ocasião, o lutador considerou a interrupção feita pelo árbitro central demorada, já que na sua opinião, Antônio Pezão levou mais socos do que deveria, no nocaute sofrido e indignado andou na direção de Big John, que estava agachado amparando Pezão, e lhe desferiu um pisão por trás. Como se já não bastasse, ainda ergueu o dedo do meio, para reforçar sua indignação contra a interrupção 'tardia'. O lutador está sendo processado pelo STJDMMA (Superior Tribunal de Justiça Desportiva do MMA) por conta agressão e gestos obscenos e indiciado nos artigos 111 (agressão a árbitros, com pena prevista de seis meses a dois anos, mais multa de R$100 mil), e 113 (conduta contrária à ética desportiva, com pena prevista de 30 dias a seis meses, mais multa de R$30 mil). Fonte: Lancenet.com Dois anos de suspensão na minha opinião seria muito rigorosa a punição, acho que deveria rolar uma multa em dinheiro, daí duvido que ele faria isso de novo! Mas o gordinho não pode passar por essa sem punição, se não abriria brechas para outros lutadores agredirem os árbitros também!
  10. Apontado por Dana White como o próximo desafiante ao cinturão peso-leve, Khabib Nurmagomedov viu sua chance de disputar o título ir por água abaixo quando a organização decidiu casar o duelo entre Conor McGregor e Eddie Alvarez na luta principal do UFC 205. O atleta russo acabou aceitando um duelo no mesmo card, e agora enfrenta Michael Johnson no evento, que acontecerá no dia 12 de outubro, em Nova York. Mas, em entrevista ao podcast "The Luke Thomas Show", o lutador mandou um recado à organização. - Se a minha próxima luta não for pelo título, nunca mais luto no UFC. Nunca mais, porque eu mereço isso. Estou invicto, nunca perdi em oito anos e meio. Todo mundo sabe que eu mereço essa luta. O UFC acha que o Conor tem poder? A Irlanda tem apenas seis milhões de pessoas. Eu sou da Rússia, são 150 milhões de pessoas. Se o UFC não me der uma luta pelo título depois disso, eu vou mostrar quanto poder tenho na Rússia. E eu sei que se não lutar pelo cinturão na sequência, o UFC jamais fará um evento na Rússia, jamais! - declarou o atleta da AKA (American Kickboxing Academy). Aos 28 anos, Nurmagomedov tem um cartel de 23 vitórias e não luta desde 16 de abril, quando derrotou Darren Horcher no "UFC: Teixeira x Evans" em Tampa, na Flórida. fonte: combate.com Atitude do Aldo dando resultado, se o UFC continuar somente com a política do business perderá muitos grandes atletas que infelizmente não "vendem" bem as suas lutas!
  11. Maldonado muito burro, Fedor deu as costas... depois levantou todo atordoado e o cara levou para a grade e bateu na linha de cintura... me pergunto porque não finalizou a luta no JJB (já que é um faixa preta)??? Perdeu a chance de entrar para a história e até a oportunidade de voltar ao UFC! Quer dar show tentando nocautear se lascou! Isso é MMA!!!
  12. Só sei que foi tudo fake... Esse tuf é todo armado!
  13. Lucas Mineiro cumpriu sua quarta e última luta no contrato com o UFC no último dia 10 de abril, na vitória contra Robert Whiteford, na edição sediada na Croácia . Entretanto, o resultado positivo não foi suficiente para que o atleta da Chute Boxe seguisse na companhia. O Ultimate decidiu não renovar o vínculo com o atleta, conforme apurou o Combate.com, nesta terça-feira, com fontes próximas à franquia. A expectativa é de que Lucas Mineiro, integrante do peso-pena, se reúna com seus treinadores e companheiros de equipe para definir quais serão os próximos passos. O atleta está livre para negociar com outros eventos, mas também poderá retornar ao UFC em um futuro próximo, como fizeram outros lutadores ao longo da história. A trajetória de Lucas Mineiro no UFC começou em 2013. Depois de enfileirar 12 adversários consecutivos em diversos eventos, o brasileiro aceitou substituir o lesionado Justin Salas contra Edson Barboza, a 15 dias do "UFC: Belfort x Bisping". Derrotado por nocaute técnico no primeiro round, Mineiro se recuperou ao nocautear Jeremy Larsen quatro meses depois, em maio de 2013, no "UFC: Belfort x Rockhold" e encaixou outros dois triunfos - um por finalização e outro por nocaute, contra Ramiro Hernandez e Alex White, respectivamente. Em outubro de 2014, Mineiro atravessou seu pior momento na franquia ao perder para Darren Elkins e, em maio do ano passado, para Mirsad Bektic, em Goiânia, amargando dois reveses. A redenção veio contra Whiteford, em duelo morno, porém, vencido pelo brasileiro na decisão dividida dos jurados. Fonte: Combate.com Na minha opinião não merecia ser dispensado... Luta pra frente buscando a trocação, sempre fez bons combates!
  14. Sem lutar desde agosto de 2015, Bethe Correia volta ao octógono neste sábado, no UFC Tampa, contra Raquel Pennington, 11ª colocada no ranking peso-galo feminino do Ultimate. A lembrança da derrota para Ronda Rousey (e dos memes que se sucederam à ela) agora fazem parte do passado. Afinal, a ex-contadora, que iniciou sua carreira profissional no MMA há apenas quatro anos, é dura na queda. O processo de superação, no entanto, foi doloroso, pois o revés para Ronda Rousey, no Brasil, também foi a primeira derrota de sua carreira. Mas Bethe está acostumada a superar desafios. Prova disso é que ela superou uma série de limitações nos últimos oito meses, a começar pela mudança de camp para os EUA, país cuja língua ela não dominava. Lá ela buscou refúgio em uma pequena cidade, próxima a San Jose, na Califórnia, quartel general da AKA (American Kickboxing Academy), time de estrelas do esporte como Daniel Cormier, Luke Rockhold, Cain Velásquez e Khabib Nurmagomedov. - Eu tive uma preparação para a luta contra a Ronda bem complicada. Não foi fácil! Meu sonho é ser campeã, e eu estava perto disso, mas sonho sem fazer a coisa certa não funciona! Quando a luta acabou, eu estava em estado de choque, não tinha caído a ficha. Eu falava que queria lutar logo, parecia que nada tinha acontecido. Depois de uma semana que fui cair na real. Foi muito difícil! Vi que precisava de um tempo...Percebi que minha vida pessoal e profissional precisavam ser refeitas. Não tinha que reorganizar...tinha que refazer mesmo e, para isso, tinha que sair do Brasil. Eu amo o Brasil, mas mesmo você amando tanto algo, isso pode te magoar. Fui brutalmente julgada por algo que a mídia distorceu em busca de ibope. Então, resolvi vir treinar um tempo nos EUA, para arrumar minha cabeça e me entender mais como lutadora. Às vezes você tem que sair da sua zona de conforto. Hoje sinto que fiz a coisa certa! Sou uma nova mulher! E só descobri isso quando tive coragem de mudar tudo - conta a lutadora paraibana em entrevista ao Combate.com Para a galera que comentou que a Bethe estava sumida... Mesmo com toda essa mudança acho a americana favorita!