cisao

Membros
  • Total de itens

    6,953
  • Registro em

  • Última visita

Reputação

0 Neutra

2 Seguidores

Sobre cisao

  • Data de Nascimento 02/08/1994

Profile Information

  • Gender
    Male

Últimos Visitantes

6,096 visualizações
  1. Feliz é quem pode ver esse cara lutar. Maluco merecia vender 1 milhão de PPV por luta. Tem 3 lutas no UFC e as três estão entre as melhores dos últimos 2 anos. Acho que nunca vi isso.
  2. Demorou mas demorou e muito. Não é algo nem a ser elogiado de tão óbvio e atrasado que foi isso.
  3. Excelente declaração do Bisping. Usar as imagens para colocar no embedded só reforça que o UFC utilizará disso como forma de promoção da luta Nurma vs Conor, caso venha a ocorrer.
  4. Como citei, ele tem muitas ferramentas, é volumoso e imprevisível. Mas não vejo com colocá-lo entre os melhores sendo um cara exposto como ele é. Nem ele e nem, por exemplo, o Lawler - logicamente, ambos possuem características diferentes mas convergem na questão da defesa. Mas respeito sua opinião.
  5. Sim! Concordo 100%. Sem falar que exceto o Cruz, os dois melhores nomes do Cody são Mizugati e Thominhas. Deveria, pelo menos, fazer uma luta contra alguém do top 5. Exatamente. Penso o mesmo. Seria o correto. TJ deu até uma entrevista meses atrás falando o mesmo.
  6. Interesse é do interino e do linear em unificar o cinturão. Sempre que tem um campeão e interino, ambos se enfrentam para unificar e ficar somente um. Então AMBOS tem o "dever", esportivamente falando, de fazer a unificação. Logo, se o gsp era campeão da 84, a próxima luta era contra o Whitaker. Inclusive, ele teve contrato informando isso mas não cumpriu. A primeira luta a ser proposta ao GSP foram duas: Conor caso este vencesse o Diaz. Nesta época, GSP fez bloost dessa luta e tudo naquele programa do UFC que não me recordo o nome - https://www.youtube.com/watch?v=dGxpqZfIOys. Acompanhando a luta na plateia e fazendo comentários. E isto sempre é feito com o adversário/rival do lutador que está lutando. A outra era o Bisping na 84kg. Woodley é que estava implorando para ser ele na 77kg. Msa a lógica era que seria negada e foi principalmente depois da luta do Demian. Mas tudo bem. Se você acha que realmente o GSP não viu a oportunidade perfeita de voltar disputando o cinturão das 84kg, cinturão que ainda não tinha, contra um lutador totalmente vulnerável e que foi campeão por diversas circunstâncias e logo depois vazou novamente, não posso fazer mais nada. Deixa como está.
  7. Também acho que não merecia. Mas creio que pesou as questões cormeciais. Novamente, boa expectativa para esta luta.
  8. MV8, não é difícil entender que quando se fala "escolheu o adversário a dedo" é se referindo ao fato de voltar da aposentadoria na categoria de cima para lutar contra o Bisping. Se fosse qualquer outro lutador do top 5 da 84 kg, ele muito provavelmente não voltaria. Prova disso é que existiam dois cinturões: O Linear e o Interino. Quando o Linear volta e existe um interino, o correto é fazer a unificação. GSP largou o cinturão de mão e nem fala mais de outra luta com nenhum outro do top 3 da 84kg ou até mesmo 77kg. Interino corre atrás de unificar, como assim? O Linear ainda é "superior" ao interino (se bem que para boa parte, o real campeão neste caso era o Whitakker por ele, sim, ter vencido os melhores da categoria). Mas não tem essa de "correr atrás". Campeão linear voltou e está apto a lutar? Primeira luta é contra o Interino. GSP pegou o cinturão linear em uma oportunidade que viu de um campeão totalmente vulnerável e caiu fora. Ele "escolheu a dedo" esse retorno em um momento mais propício possível. Vale citar também que o GSP ganhou a disputa de cinturão em seu retorno mediante assinatura de contrato com cláusula prometendo, em caso de vitória, defender o cinturão com este campeão interino. E não o fez. Não é difícil notar isso.
  9. Novamente, você está usando argumentos de coisas que não joguei em debate apenas para demonstrar um posicionamento seu que procura usar de uma objetividade como fator único e prioritário como realidade. Eu também não sou a favor de "machões" ou de caras que lutam como "samurais" e coisa do tipo. Nem citei nada disso aí. Citou exemplos de GG, BJ, Sakuraba, falto citar só o NInja. Sinceramente, nada a ver com o debate aqui. Colocando até empreendedorismo no meio. Faltou lançar um livro de auto-ajuda no meio . Nada a ver, cara. Ta muito emocionado. Relaxa. Você no parágrafo seguinte confirma o que eu citei: GSP foi oportunista. Voltou para pegar um cara que está entre os campeões mais fracos da história recente do UFC e que não seria campeão se as circustâncias fossem normais, o venceu, sabido tanto que a categoria de baixo como a 84kg tem caras muito melhores do que o que ele havia enfrentado, logo saiu. Isso é oportunismo. Foi o que citei no primeiro post. Ele ganhou o cinturão da 84, o correto seria defender contra o Interno. Se ele vencesse o interino, ninguém ia dizer nada. Está criando uma realidade sua para caber nos argumentos. Até pq se tem um campeão linear e ele defende contra o interino, logo, é o campeão único e não há o que discutir. Nada a ver argumentar que "só seria campeão se vencesse Rock, Romero e etc". Não sei de onde tirou isso. Money Fights que façam sentido. E nem todo mundo deve procurar SOMENTE money fights. Deve haver um meio termo entre o esportivo e o negócio.
  10. MV8, ninguém está contestando a vitória do Bisping sobre o Rock ou o Anderson. Você perdeu mais da metade do seu post argumentando algo que ninguém aqui discorda ou discordou. A questão é que o GSP voltou depois de 4 anos parado, sem lutar, sendo lutador da 77kg, voltou para disputar o cinturão da 84kg sem nunca ter feito uma luta nesta categoria logo contra quem? Bisping. O mais fraco campeão da categoria eme muitos anos. Não é óbvio a oportunidade que ele viu nesta luta? Ele poderia ter voltado na 77kg (que era a categoria dele) e disputaria o cinturão. Seria até mais lógico do que na 84. Mas, obviamente, Woodley seria um casamento menos favorável. Ele venceu a luta, com totais méritos. Daí, ao invés de unificar contra o Whitaker, largou o cinturão, saiu de cena novamente, não lutou contra mais ninguém e recusou o Khabib. Isso é muito oportunismo. Se é errado? Depende do ponto de vista. Mas eu, particularmente, não curti essas ações dele pela carreira que ele já teve. Achei desnecessário. Mas quem sou eu? O bolso é dele.
  11. Sinceramente, eu não coloco Condit no bolo dos melhores strikers, não. Ele é versátil, imprevisível, com muito volume de golpes. Mas é muito aberto, recebe muitos golpes.
  12. Isso. Se pegarmos o lutador que o Aldo era a 3/5 anos atrás e o que é hoje, não é o mesmo lutador. Prova disso é que teremos Aldo vs Stephens e há debate em aberto de quem é o favorito para essa luta. O que a tempos atrás, seria uma grosseria pensar em casar essa luta e grosseria maior ainda imaginar outro cenário que não fosse domínio total do Aldo. Diferente. Uma coisa é o cara saber administrar a carreira, gerecia-la, fazer bons casamentos de luta, mas lutar. Outra é você voltar de uma aposentadoria para enfrentar um adversário sob medida; Depois voltar para aposentadoria, largar o cinturão que havia ganho, mas com "pretexto" de voltar, talvez, contra o Conor. Vejo de forma diferente. E olha que eu não sou contra o cara pensar no $$ e na carreira. Mas a forma que está o GSP atualmente, eu já acho demais, sob essas condições que citei, já acho demais.
  13. Eu aposto que tem. Digo, logicamente, se se apresentar em perfeitas condições. E contra um cara como o Connor que não tem das melhores defesas de quedas e, por baixo, não é nem próximo da qualidade do Khabib, acho que facilitaria bastante.
  14. Eu acho que superestimamos (e eu me coloco aqui) a trocação do Edson NO GERAL. Se formos falar de chutes, ok. É tudo isso, sim. Muito rápido, imprevisível e forte. Se formos falar de Strking em geral, ele peca muito ainda. Não podemos esquecer que ele foi totalmente dominado e amassado em pé pelo MJ. Se formos falar mais recentemente, temos o exemplo do Dariush que estava vencendo a luta contra o Edson basicamente em pé. Com mais volume, acertando mais golpes e a impressão que dava era que o Edson (como em muitas lutas) estava dependendo daquele coelho da cartola. Sendo assim, não acho válido colocá-lo como um dos melhores strikers do MMA. Porque dentro do MMA, ele já perdeu para lutadores supostamente inferiores a ele em pé e, não só isso, como já passou sufoco para outro quando não deveria passar.
  15. Eu acho que a diferença do Aldo/Anderson é que eles já estão em decadência clara. O GSP não havia mostrado e, ao menos nessa última luta, também não mostrou tal decadência. Mas "entendo".