K.O

Membros
  • Content Count

    3773
  • Joined

  • Last visited

Community Reputation

0 Neutra

2 Followers

About K.O

  1. eu até tirava meus kimonos guardados há mais de ano sem uso para não perder essa oportunidade.
  2. existe alguma bibliografia indicada para uso de AEs sem finalidade terapêutica? ou vocês aprendem tudo no diz que me diz da internet? Essa semana dei uma procurada em cerca de 5 livros de medicina esportiva sobre o uso de esteroides, apenas um deles trazia tabelas um pouco melhores com relação a dosagens terapêuticas recomendadas, resultados e principais colaterais (tinha até uma tabela contrapondo ganho de força/hipertrofia, com efeitos androgênicos), próximo passo é procurar especificamente nos livros de endocrinologia.
  3. eu não gosto do agachamento do smith, principalmente com os pés jogados lá na frente, me causam dor no joelho durante a execução do movimento, e o uso do core é bem menor. Raph, tem que ensinar a galera tbm o que é agachamento de verdade, é foda, quase todo lugar que eu vou vejo nego metendo cento e caralhadas quilos e fazendo um quarto de descida sem cadência nenhuma, porque força o joelho, rsrsrs...
  4. falta dar uma procurada no fórum que você encontra milhares de tópicos falando sobre isso...
  5. acho que depende muito de atleta para atleta. Tem lutador que além de carregar a bandeira da equipe está lá o dia inteiro disponível para ajudar o sensei sempre que possível, puxa treino, substitui professor, não vejo sentido em cobrar desse cara. Mas o fx-preta que as vezes até é bom competidor, mas só aparece no tatame na hora do treino deveria pagar, mas isso varia muito entre professores e lutadores, como era a relação deles...
  6. K.O

    Treinos a porta fechada

    lembro de um dos meus primeiros treinos de bjj, estava acostumado com o esquema japonês dos dojos de caratê, onde muitos detalhes devem ser seguidos para não receber punição, e notei que o jj era bem mais informal e fui perguntar ao meu professor se era assim mesmo... "Isso ai é coisa de japonês, estamos no Brasil, seu respeito por algum colega ou professor vai mudar por causa disso?"
  7. K.O

    Treinos a porta fechada

    infelizmente não é impressão.
  8. K.O

    Treinos a porta fechada

    o kihon deles está com muito mais kimê que o de um monte de "fx-preta" que anda por ai...
  9. na boa, você está começando agora. Tem que aprender o básico de tudo, entender os princípios de cada movimentação e tentar colocar tudo em prática. Esse negócio de vou ser guardeiro ou passador é uma coisa que só deveria ser desenvolvida lá na frente. Agora é hora de aprender sem preconceitos.
  10. mesmo tendo parado de treinar bjj recentemente estou fortemente tentado a aparecer nesse seminário só para aprender um pouquinho mais e usar no futuro quando voltar aos tatames.
  11. jitsuNaja ele pode até ter tentado essa passagem logo no começo, mas logo ele troca a estratégia.
  12. Tony, as duas passagens básicas ensinadas para os inciantes, as passagens que eram previstas no programa de aula para iniciantes do General, nem sei se ainda tem isso, eram a emborcada, com as duas mãos por fora e o toreio simples, caindo com o ombro no quadril. Teoricamente todo mundo que aprendeu o básico na Alliance sabe essa passagem, mas sabe como é, internet e um monte de cara brilhando com passagem mirabolante fazem qualquer fx-branca desencanar do básico. Eu gosto de fazer a pegada lá em cima no fundo da gola, pois sinto que estou dando uma pressão maior, mas não precisa, pegar perto do quadril é bem mais fácil, e tão eficiente quanto, no fundo o que mata o quadril do adversário de verdade é a pegada no fundo da calça. Lutando contra fx-branca sempre achei muito fácil chegar na emborcada com os dois braços, mas da azul para frente quando a galera começa a ficar com o quadril mais solto acho bem difícl fazer, e só uso quando a oportunidade aparece. O toreio simples também é bem pouco eficiente contra lutador mais escolado. A posição base que eu uso para passar guarda é matar um pé/uma perna do meu adversário entre minhas duas pernas, enquanto fico agachado ou de cócoras, se eu vou torear ou emborcar de um lado só depende do desenrolar da luta, geralmente na pior das hipóteses consgio cair na meia guarda.
  13. nofun, pra mim o ruim dessa passagem do tozi é que você deixa as duas mãos do adversário que está fazendo guarda livres. Se você não conseguir esconder muito bem o rosto do lado do tronco dele é só colocar uma mão na fuça e empurrar para frente, ai o cara já ganha o espaço de novo, consegue arrumar o quadril, eventualmente até ganhar a esgrima que está matando o quadril dele. Se você for um peão de forte, acostumado a lutar ganhando posição e mantendo na isometria ela funciona bem, mais de uma pessoa já passou minha guarda assim, mas sinceramente tá longe de ser uma passagem que considero técnica e que seja boa para qualquer um, como um toreio ou emborcada(balde).
  14. minha defesa para o berimbolo, que funcionava as vezes, quando eu conseguia fazer no momento certo, era logo que o cara entrava a perna e começava a girar, fazer a pegada no quadril/fundo da calça e sentar do lado, meu quadril ficava do lado da cabeça do cara. Ai virava uma meia guarda, geralmente eu com o quadril para cima (eu ao lado esquerdo do meu adversário e com a perna direita enrolada), é só tomar cuidado para manter a pressão e não soltar o quadril antes da hora que ele não consegue girar para cima para completar a rapagem, e ai vira uma briga de meia guarda. Dava errado quando fazia o movimento atrasado ou quando vacilava nas pegadas.
  15. encontrei o fábio na rua de camiseta, e ele estava bem menor do que uns 5 anos atrás, o serginho e o batista eram bem grandes, mas faz bastante tempo que não os vejo.