Filipovic

Moderador
  • Total de itens

    2,415
  • Registro em

  • Última visita

Reputação

0 Neutra

1 Seguidor

Sobre Filipovic

Profile Information

  • Gender
    Not Telling

Últimos Visitantes

3,493 visualizações
  1. link.. caiu aqui. urgente
  2. pedir pode... mas vai quem vencer bomba x francis
  3. tá em qual luta?
  4. obrigado galega
  5. deu ruim esse. alguem tem outro link?
  6. sim. Então vamos só considerar "legado" dos lutadores pós-USADA. hehe
  7. aauahau seria fantástico.
  8. tb acho. hipocrisia do caralho. todo mundo usava. Então ninguém tem legado.
  9. vi só agora. é aquilo... SHOWTIME... excelente lutador. bela luta.. mas se não der espaço pra ele dar o show, não tem palco nem personagem, não se vira na curta, tipo o Luke também tem demonstrado... ficou meio fácil o caminho pra desconstruir o jogo do Petis...ou anular o que ele tem de melhor. RDA mostrou isso com perfeição
  10. não sei... mas é possível que uma saída seja valorizar lutadores que empolguem... todos nós poderíamos dar vários exemplos, e pra isso nem é preciso plasticidade, basta ver o Hendo, ou Shogun x Hendo... quem é fã hardcore muitas vezes prefere ver uma luta do card preliminar do que a luta da noite, por ex. 1- lutadores novos estão formando o seu jogo e tentando equilibrar suas valências. e isso é interessante de se ver. 2- estão mais preocupados em chamar atenção e correr atrás do que se manter no alto da torre. 3- Aldo começou a ficar desprestigiado quando começou a repetir o mesmo jogo sólido sem arriscar, como um relógio suíço...todos nós sabemos que ele poderia ser um lutador mais interessante de se assistir se ele soltasse mais o jogo... mas pra se manter no topo, se limitava ao que tava dando certo. 4- Jones foi um dos poucos campeões... que mesmo lutando sempre estrategicamente, surpreendia... deu contra golpe no Lyoto e finalizou em pé... mesmo podendo vencer fazendo só o básico e repetitivo... parecia não se contentar e invariavelmente fazia coisas ousadas...enfim... não tou querendo determinar nada... só colocando pontos que me tocam... quem puder cooperar adoraria ler .
  11. obs: Fedor (até o ponto que entendo ou tenho conhecimento) lutou numa outra era do MMA.... não era um Jones com Greg Jackson, que luta com coragem mas com tudo pensado e articulado.... embora (no pride o mma não era vale-tudo , estilo x estilo, mas ainda era mais rudimentar) mas Fedor lutava com inteligência, e não via que se detinha a uma estratégia traçada... ele sofria e respondia bem e rápido ao que o adversário apresentava, se virava, mas batia de frente no strike com cro cop.. entrou na guarda do Werdum... o que quero dizer é: acredito que se o Fedor fosse dessa era do MMA ele NUNCA entraria na guarda do Werdum... porque hoje tudo é muito estudado... meu dilema é: estudar e buscar caminhos pra se prevalecer sobre o jogo do adversário é foda.... mas a emoção do meio termo do Fedor... que queria ganhar, mas, mais do que ganhar, queria lutar e "brincar" se experimentar, ter mais coragem e coração que medo e mentalidade.... como achar um sistema que encontre uma média disso tudo? porque meu sentimento é tipo de um funcionário bom que vive com medo de ser demitido...e assim, faz o certo, o trampo que não tem erro, e deixa de explorar o prazer e criatividade. Luta não pode ser igual pegar um carimbo e bater com força num documento e ir embora pra casa.
  12. concordo plenamente com o seu post. só queria acrescentar uma proposição do cara, e que eu mesmo já fiz aqui no PVT. Abolir então rankink e cinturão. entendo o sentido esportivo de metas e etc que a escalada pelo cinturão dá e etc... mas hj vejo isso mais como um problema do que como algo que contribui positivamente. todos sabemos que na maioria das categorias os tops são nivelados e cada top 5 pode ser campeão.... e com o nível de competitividade a cinta roda fácil...e daí a consequência de quem pega a porra da cinta querer sentar nela e ficar - mesmo sem lutar - o mais tempo possível... porque isso dá nome status e dinheiro.... e esportivamente muita gente considera o Whitaker, por ex, campeão dos médios.... ou Ferfusin campeão dos leves... enfim.. o que quero dizer é que vejo que hoje o cinturão serve mais pra marketing e atravancar categoria do que qualquer outra coisa. POE EX... boa parte do campeões são lutadores com jogo sólido e sem brechas...e quando tão ali, só se importam em manter o status... como Tyron.... penso que lutas casadas sem "carreirismo' rumo ao topo... fariam com que os lutadores fossem mais qhompsonuem eles são... e caissem na porrada só pra vencer o combate .... hj lutam mais pra não perder do que pra ganhar, entende? por isso curto um Vanata da vida.... que todo mundo vê que é talentoso, criativo, luta lutando e não com manual debaixo do braço... resumindo: é mais legal ver uma luta onde os dois se entregam (michale johnson x Gaethje) - ( o risco é virar niilismo tipo Diego Sanchez... que aí não curto esse tudo ou nada sem sentido) .... ou um Wodley x Thompson? --- eu diferente da maioria não odeio as duas lutas... acho que rolou MUITA luta na "não luta" um tentando o tempo todo achar a tal brecha pra entrar...e vejo beleza nisso no alto nível... -- por outro lado.... me deixa desgostoso ver lutadores com valências fodas... entrarem no 8 com o cu travado. terminando.. honestamente não sei se é válido ou bom eliminar o cinturão... porque acho importante o contraponto que ele gera, que é "mma não é só sair dando tudo que tu tem, faz parte usar usar a técnica pra se defender e sair vitorioso da luta".... o problema é isso chegar no extremo do tyron que luta pra não perder. por outro... é foda ver "Vanatas" lutarem por lutar. apresentando o que têm e indo pro foda-se.... mas lutar sem medir e controlar valências com inteligência tbacho pouco interessante... curto o meio termo... não tenho respostas ... mas o fato é que hj se luta mais pra não perder do que pra ganhar...e se senta em cinturão... chegou nesse extremo.. que particularmente não gosto. como resolver isso, não sei... gostaria de ouvir opiniões.. abs
  13. tb acho. Até com um gameplan menos engessado. de resto... é a luta a ser feita. Aldo mandou bem. Não tem outro contender no nível. Se não deram revanche com o Conor, o mínimo que o UFC deve a ele é essa com o Max.
  14. hahahahahah lutar drogado eu duvido muito. Nenhuma droga, diferente do que muitos acham, ajudam rendimento.. já ouvi falaram até que o cara entrar cheirado deixa ele mais ligado, mais rápido, com mais reflexo - eu que manjo dos paranauê - dou risada de quase cair pra trás. Entrar de cocaína o cara perde o tempo dos movimentos, além de poder ter um ataque cardíaco a qualquer momento. Não tem droga recreativa que ajuda. Pra falar a língua de todos - a maior droga do mundo - álcool: imagina... entrar bêbado no octógono ajuda o cara na luta? É doidera, né? Cara entrar pisando torto ser bom pro desempenho. é assim com todas as outras. acho que o cara tava como você falou, sim. mas tenho certeza que não tem relação com drogas.
  15. hehehe pode ser. na Russia acho que não saia em coma do evento